• denuncias
  • peticionamento
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
    • cit
    • OIT atualiza enfrentamento ao trabalho escravo

    Especialistas vão analisar os perigos do agrotóxico no ambiente de trabalho

    Natal (RN), 26/11/2014 - O Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN) sediará, no dia 28 de novembro, o Seminário Regional Saúde e Segurança do Trabalho, com o tema "Agrotóxico e Trabalho: Dilemas para a Vigilância e Cuidado com a Saúde do Trabalhador e Meio Ambiente Laboral". Promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho, o evento acontece a partir das 8h30 no auditório do MPT/RN, no bairro de Lagoa Nova, em Natal, e reunirá profissionais e pesquisadores da área, juízes, procuradores do trabalho e especialistas, para refletir sobre o perigo da exposição ao agrotóxico no ambiente de trabalho.

    O assunto é objeto da campanha nacional do Trabalho Seguro, realizada pela Justiça do Trabalho de todo país, que tem a juíza Simone Jalil como coordenadora regional. O seminário ocorre próximo ao Dia Internacional de Não aos Agrotóxicos, lembrado em 3 de dezembro no mundo inteiro.

     Imprimir 

    MP, MPT e Judiciário discutem estratégias de proteção à criança e ao adolescente para o Carnatal

    Aspectos como a exploração sexual e do trabalho infantil serão debatidas pelos órgãos de fiscalização e organizadores

    Natal (RN), 26/11/2014 - O Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN) sedia hoje, 26 de novembro, às 16 horas, reunião da rede estadual de proteção à criança e ao adolescente, para traçar estratégias de ação quanto à participação do público infanto-juvenil no Carnatal. Dentre os participantes, está confirmada a presença do procurador regional do Trabalho Xisto Tiago de Medeiros Neto, do promotor de Justiça Manoel Onofre Neto e do juiz da Infância e Juventude José Dantas.

    A reunião tem por objetivo organizar um plano de ação para coibir a utilização ilegal de crianças e adolescentes em atividades laborais ou explorações diversas durante a micareta. Aspectos como a exploração sexual e do trabalho infantil, além da própria participação no evento de crianças e adolescentes, ingerindo e vendendo bebidas ou produtos diversos, catando latas, são preocupações que serão debatidas e combatidas pelos órgãos de fiscalização.

     Imprimir 

    • banner pcdlegal
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner transparencia
    • banner radio
    • banner trabalholegal